Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Ex-militar explica o porquê da inutilidade dos tanques ucranianos T-84 Oplot

© Sputnik / Grigory Vasilenko / Abrir o banco de imagensTanque Oplot das Forças Armadas ucranianas (foto de arquivo)
Tanque Oplot das Forças Armadas ucranianas (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga no
A capacidade de produção da fábrica ucraniana dos veículos de combate T-84 Oplot atinge somente dez unidades por ano. Por este motivo, Kiev vai demorar uma década para abastecer uma brigada de tanques com uma centena destes blindados, opinou o ex-militar ucraniano Aleksei Bobovnikov.

"Até rearmarmos as Forças Armadas com os Oplot, os tanques já se tornarão obsoletos", assinalou o ex-militar ucraniano, que anteriormente comandou uma unidade de tanques, em uma entrevista ao canal ucraniano Espreso.

Tanque T-14 Armata durante ensaios da Parada de Vitória em Moscou (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Tanque russo Armata: último 'adeus' aos veículos de combate tradicionais?
Além disso, o interlocutor do canal acrescentou que os Oplot não são tanques da próxima geração e, por isso, não têm boas perspectivas para o futuro.

"Se agora não pudermos fornecer [o T-84 Oplot] às tropas, em 50 anos não precisaremos disso, mas precisaremos de outro tanque, o T-94", enfatizou o especialista.

Anteriormente, a equipe ucraniana ocupou o último lugar na competição Strong Europe Tank Challenge 2018, que se deu na Alemanha. Um membro da equipe ucraniana relatou que os novos tanques de combate T-84 Oplot haviam quebrado no primeiro dia do evento.

O T-84 é desenvolvimento mais recente de tanques ucranianos, herdeiro do veículo blindado soviético T-80UD, dotado de um motor a diesel. O primeiro T-84 foi projetado em 1994 e entrou em serviço das Forças Armadas da Ucrânia em 1999.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала