Washington descobre 'assassino' do caça F-35 norte-americano

Nos siga noTelegram
As estações de radar de fótons podem na verdade se tornar em "assassinos" dos aviões furtivos norte-americanos, escreve a revista The National Interest.

A edição norte-americana nota que o novo radar será capaz de criar uma imagem tridimensional do alvo aéreo e monitorar com alta precisão o trajeto do míssil ou avião em movimento.

Caça F-35 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Que significa decisão da Itália de não comprar caças F-35?
Conforme a revista, trabalhos semelhantes estão sendo efetuados por companhias privadas ocidentais, bem como nos interesses dos militares norte-americanos e chineses. "O fato de Moscou e Pequim também estarem desenvolvendo tais tecnologias assinala que o Pentágono não poderá manter a longo prazo uma grande supremacia tecnológica sobre os adversários potenciais", opina o autor do artigo.

O sinal de rádio nos radares de fótons é criado através da transformação da energia do raio laser em um cristal fotônico. Na Rússia tais consórcios como RTI e Tecnologias Radioeletrônicas realizam a produção de tais sistemas.

Atualmente, a tecnologia stealth é usada, em particular, nos caças norte-americanos de quinta geração F-22 Raptor e F-35 Lightning II.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала