- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Fim da Copa para sul-americanos amplia recorde europeu

© Sputnik / Grigoruy Sokolov / Abrir o banco de imagensGoleiro uruguaio Muslero na derrota para a França.
Goleiro uruguaio Muslero na derrota para a França. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Com a derrota de Uruguai e Brasil para França e Bélgica, respectivamente, nesta sexta-feira (6), a Copa do Mundo agora só tem representantes europeus.

No começo da tarde, a França despachou o Uruguai pelo placar de 2x0. Já no último jogo do dia, o Brasil perdeu para a Bélgica por 2x1. Com isso, restaram 6 equipes europeias no torneio.

Torcedor sofre durante o jogo que eleiminou o Brasil na Copa do Mundo de 2018. - Sputnik Brasil
Brasil eliminado: 'vai voltar a guerra política', lamenta torcedora
França e Bélgica se enfrentam na terça-feira (10) pela semifinal do torneio. As outras seleções se enfrentam no sábado (7) pelos dois útimos jogos das quartas de final. Rússia e Croácia fazem o primeiro jogo em Sochi, enquanto Suécia e Inglaterra jogam a segunda partida em Samara. Os vencedores se enfrentam em Moscou, na quarta-feira (11).

O último país não europeu a vencer uma Copa do Mundo foi o Brasil, em 2002, que antes havia vencido em 1994.

Com isso, a Europa amplia o recorde de três vitórias seguidas em Copas e terá o quarto troféu consecutivo.

Desde a primeira Copa do Mundo, em 1930, apenas europeus e sul-americanos se enfrentaram na final do torneio, com 9 troféus para a América do Sul e agora 13 para a Europa.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала