Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Como insuperável submarino soviético ajudou Rússia a avançar na construção naval?

CC0 / Camera Operator: PH2 D. BEECH / Submarino nuclear K-162 (também conhecido como K-222) durante testes
Submarino nuclear K-162 (também conhecido como K-222) durante testes - Sputnik Brasil
Nos siga no
No Ministério da Defesa da Rússia informaram sobre os recordes ainda não superados dos submarinos soviéticos. Na entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, Andrei Frolov, expressou a opinião de que graças a esses testes, foi obtida uma experiência preciosa.

Trata-se do submarino K-162 do projeto 661 Anchar, cujo recorde foi fixado no Livro de Recordes das Forças Armadas da Rússia, publicado no site do Ministério da Defesa russo. O recorde deste submarino feito de titânio foi estabelecido ainda em 1970, e desde então não foi superado por nenhum outro submarino do mundo.

Submarino soviético S-117 (SCH-117) - Sputnik Brasil
Submarino soviético da época da 2ª Guerra Mundial é encontrado no mar Báltico
Hoje em dia, os submarinos mais modernos podem atingir a velocidade de mais de 55 km/h.

Também pelos submarinos russos (soviéticos), foi estabelecido o recorde de imersão em profundidade: em 1985 o submarino nuclear K-278 Komsomolets do projeto 685 Plavnik estabeleceu o recorde mundial submergindo a 1.027 metros.

Na entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, o editor-chefe da revista Exportação de Armas, Andrei Frolov, disse que graças àqueles testes, foi obtida uma experiência enorme. Em particular, o K-162 se tornou um tipo de exemplo para as tecnologias mais avançadas.

Submarino soviético Sch-317 - Sputnik Brasil
Expedição encontra submarino soviético naufragado em 1942 (FOTO)
"Na verdade, para aquela época isso foi muito sério, o submarino foi de algum modo experimental, diferentes abordagens foram desenvolvidas nele. Embora para fins práticos, isso [velocidade recorde submarina] não fosse muito necessário, pois o submarino a essa velocidade não 'ouve' muito, mas faz muito barulho. Podemos nos orgulhar de tais tecnologias. O principal, é que foram desenvolvidas as tecnologias de reatores, de produção de casco de titânio. Ou seja, devemos considerar esse submarino como um modelo de testes. Para essa tarefa certamente ocorreu tudo bem, e graças a esse submarino aprendemos muita coisa. E fomos além", disse Andrei Frolov.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала