'Estamos morrendo!': conhece a nação que desaparece mais rápido

Nos siga noTelegram
A população da Bulgária está desaparecendo. A situação demográfica no país está ainda pior do que após a Segunda Guerra Mundial.

Em 29 de junho de 2018, a população da Bulgária decresceu abaixo de 7 milhões de pessoas. Naquele dia nasceram 120 crianças no país, enquanto 193 pessoas faleceram. Ao menos é o que indica o Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais das Nações Unidas (DESA, sigla em inglês).

"Esta é a notícia mais triste, a Bulgária se encontra em estado de morte demográfica clínica, estamos morrendo! […] Somos a nação que desaparece de forma mais rápida do mundo", comentou ao portal Dnes.gb. o diretor do instituto demográfico BANI, Pyotr Ivanov.

Uma imagem geral da cidade fantasma da antiga estação de radares soviética perto de Skrunda, Letônia, 9 de abril, 2016. - Sputnik Brasil
Morte solitária: assim desaparecem antigas repúblicas soviéticas
A Bulgária saiu da Segunda Guerra Mundial com uma população de pouco mais de 7 milhões de pessoas. Em 1986, a população do país atingiu o seu nível máximo histórico de quase 9 milhões de moradores.

Desde a queda da URSS e a integração da Bulgária à UE, a nação está apenas perdendo sua população. No entanto, a mesma situação é percebida em relação a outros países do antigo campo soviético do Leste Europeu. Desde o final do século passado, a Lituânia, Letônia, Estônia, Moldávia ou Romênia estão sofrendo tendências drásticas no nível de sua população.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала