China pede colaboração, mas faz alerta os EUA: não cederemos 1 centímetro da nossa terra

© AP Photo / Alex BrandonDonald Trump, presidente dos EUA e Xi Jinping, seu homólogo chinês falam depois do encontro realizado em 7 de abril de 2017 em Mar-a-Lago
Donald Trump, presidente dos EUA e Xi Jinping, seu homólogo chinês falam depois do encontro realizado em 7 de abril de 2017 em Mar-a-Lago - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente chinês Xi Jinping disse nesta quarta-feira durante encontro com o secretário de Defesa dos EUA, Jim Mattis, que a China não "cederá um centímetro" de seu território e pediu aos dois países que fortaleçam a cooperação de defesa para evitar mal-entendidos.

Em abril, a China enviou uma carta a 36 companhias aéreas estrangeiras exigindo que elas se referissem a Taiwan como parte da China em seus sites. As companhias aéreas dos EUA até agora adiam a decisão, provocando alertas de Pequim. As companhias aéreas têm até 25 de julho para atender às demandas, enquanto a Casa Branca descartou as exigências de Pequim como "bobagem orwelliana".

"Quanto às questões da soberania e integridade territorial da China, nossa posição é muito firme e clara. Nós não vamos render nem uma polegada da terra de nossos ancestrais, nem queremos um pedaço da terra dos outros", declarou Xi.

Ministério da Defesa da Rússia informa que navios da Frota do Pacífico russa chegaram à China para participar nos exercícios navais Interação Naval 2016 - Sputnik Brasil
Departamento de Estado americano acusa China e Rússia de tentarem 'romper Ocidente'

O presidente chinês acrescentou que a cooperação em defesa é uma parte importante das relações bilaterais e instou Washington a fortalecer os contatos entre as autoridades militares dos dois países.

"O fortalecimento dos contatos de alto nível entre os exércitos dos dois países ajudará a eliminar suspeitas, evitar julgamentos e incidentes errados", continuou.

O presidente acrescentou que a China e os Estados Unidos têm mais interesses em comum do que mal-entendidos e expressou sua esperança de que as relações bilaterais se desenvolvam com base nos princípios de respeito mútuo e benefício.

Mattis acolheu a ideia de promover contatos estratégicos com a China para evitar conflitos. O secretário disse, como citado pelo Ministério de Relações Exteriores chinês, que o lado norte-americano está pronto para expandir as esferas de cooperação, monitorar diferenças e riscos, evitar confrontos e confrontos e transformar as relações entre as Forças Armadas em um fator de estabilidade o desenvolvimento das relações China-EUA.

As tensões entre os dois países vêm aumentando na questão taiwanesa nos últimos meses. Em março, o presidente dos EUA, Donald Trump, assinou a Lei de Viagens de Taiwan, que agora permite que autoridades dos EUA viajem para a ilha e encontrem suas contrapartes taiwanesas. O movimento provocou fortes objeções de Pequim. No início de junho, os Estados Unidos abriram um novo escritório do Instituto Americano em Taiwan, uma organização que gerencia as relações EUA-Taiwan, que funciona como uma embaixada de fato.

FILE - In this Oct. 1, 2014, file photo, Deputy Secretary of Defense Robert Work speaks at the Pentagon. - Sputnik Brasil
China investe pesado e pode bater os EUA em um conflito futuro, diz ex-secretário de Trump

As relações oficiais entre as autoridades centrais chinesas e Taiwan cessaram em 1949, quando o governo do Kuomintang, liderado por Chiang Kai-shek, fugiu para Taipei após ser derrotado pelo Partido Comunista Chinês, estabelecendo a República da China na ilha. Os contatos informais foram retomados em 1980. Pequim não reconhece a independência de Taiwan e afirma que a ilha faz parte da China. Taiwan também não reconhece o governo central em Pequim.

Os Estados Unidos não reconheceram Taiwan como um Estado independente, mas continuaram a manter relações não oficiais através do Instituto Americano em Taiwan. O Comunicado Conjunto EUA-China de 1979 trocou o reconhecimento diplomático de Taipei para Pequim como o único governo legal da China.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала