EUA devem 'trazer seu jogo no Ártico para novo nível', indica chefe do Pentágono

© Foto / Marinha dos EUAMarinheiro estadunidense no mar de Beaufort, no Ártico (foto de arquivo)
Marinheiro estadunidense no mar de Beaufort, no Ártico (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os EUA devem intensificar a sua presença no Ártico, afirmou o chefe do Pentágono, James Mattis, citado pela agência Reuters.

"Certamente os EUA devem trazer seu jogo para um novo nível. Não há dúvidas quanto a isso", afirmou o titular, comentando sobre a alta importância do Ártico à luz de uma provável corrida pelos recursos no futuro.

De acordo com ele, o país poderia aumentar a presença da sua Guarda Costeira na região.

Anteriormente, militares norte-americanos indicaram que os EUA estão analisando as possibilidades para conter a Rússia no Ártico.

Um bombardeiro estratégico Tu-160 da Força Aeroespacial russa - Sputnik Brasil
Chegou hora de usar bombardeiros Tu-160 para proteger o Ártico russo, diz militar
Nos últimos anos a Rússia começou a aumentar sua presença na região, se envolvendo ativamente no desenvolvimento econômico de seus territórios do Norte, incluindo a extração de hidrocarbonetos, bem como ao desenvolvimento da Passagem do Nordeste (via marítima que liga o oceano Atlântico ao Pacífico ao longo da costa norte da Sibéria), cuja importância como rota alternativa entre a Europa e a Ásia tem aumentado.

A Rússia assegurou a proteção de seus interesses no Ártico, incluindo de forma militar, levando em consideração a atenção elevada em relação à região por parte dos países da OTAN. 

O país desmentiu estar militarizando o Ártico, contudo, a Rússia se disse estar pronta para dar uma resposta dura a potenciais ameaças para os seus interesses na região. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала