Presença crescente dos EUA na Europa coloca Rússia em alerta

© Sputnik / Sergei Malgavko / Abrir o banco de imagensSistemas de defesa antimíssil S-400 russos na Crimeia
Sistemas de defesa antimíssil S-400 russos na Crimeia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Segundo o vice-ministro das Relações Exteriores russo, Aleksandr Grushko afirmou nesta terça-feira (26), a política de defesa da Rússia é obrigada a manter em vista presença militar dos EUA na Europa, que vem crescendo recentemente.

"A Aliança continua expandindo a sua presença no Leste Europeu, acelerando a sua política de portas abertas, o que na realidade cria novas linhas divisórias e agrava a instabilidade, portanto, em seu planejamento de defesa, a Rússia é obrigada a levar em conta esses fatores", disse Aleksander no discurso de abertura da conferência anual da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE, na sigla em inglês).

Bandeira da China - Sputnik Brasil
China está preparada para 'atacar de volta' os EUA, afirma Xi Jinping
Ele ressaltou que os EUA têm cerca de 800 bases militares fora do seu território e vem realizando um projeto global de defesa aérea com elementos na Polônia e na Romênia.

Nesta terça-feira (26), em Viena, começou a conferência anual da OSCE para revisão de segurança, que dura até  quinta-feira (28). O tema deste ano é 'Diálogo, propriedade e responsabilidade para reforçar a segurança da área da OSCE.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала