Irã revela o que será necessário para manter acordo nuclear

© Foto / an official website of the Iranian Presidency officePresident Hassan Rouhani listens to explanations on new nuclear achievements at a ceremony to mark "National Nuclear Day," in Tehran, Iran, Monday, April 9, 2018
President Hassan Rouhani listens to explanations on new nuclear achievements at a ceremony to mark National Nuclear Day, in Tehran, Iran, Monday, April 9, 2018 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A decisão de Teerã em permanecer ou não no acordo nuclear com o Irã dependerá do resultado das negociações com outros signatários e até que ponto eles conseguirão compensar a retirada dos EUA, disse o vice-chanceler iraniano para Assuntos Políticos, Abbas Araghchi.

"O Irã já anunciou sua posição a esse respeito e [o presidente iraniano] Hassan Rohani anunciou que o Irã ainda precisa decidir se deve ou não permanecer no acordo. Nossa decisão depende de negociações com países europeus, Rússia e China", afirmou Araghchi citado pela agência de notícias IRNA, durante sua visita a Moscou.

Sistema de defesa antiaérea de mísseis do Irã - Sputnik Brasil
Saída do Irã de acordo nuclear pode criar instabilidade em todo o Oriente Médio
Ele observou que Teerã estava determinado a esperar e ver se as partes restantes do acordo conseguiriam compensar a retirada dos EUA e garantir os benefícios do Irã com o acordo.

Araghchi também comentou sobre a cooperação de Teerã com Moscou dizendo que a cooperação bilateral continuaria independente do destino do  Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA na sigla em inglês).

"O relacionamento Irã-Rússia está além do JCPOA. Teremos interações com a Rússia com o JCPOA ou sem ele", disse ele.

Na sexta-feira, Araghchi disse que Teerã pode se retirar do acordo nas próximas semanas, a menos que a Europa mostre seu compromisso em preservar o acordo após a retirada dos EUA.

No mesmo dia, o vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Ryabkov, realizou consultas com Araghchi. Durante as negociações, os lados discutiram a interação na manutenção do acordo nuclear e prometeram continuar a cooperação para proteger as relações comerciais e econômicas de sanções ilegais extraterritoriais dos EUA.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала