Donetsk frustra ataque das Forças Armadas da Ucrânia e causa baixas

© AP Photo / Efrem LukatskyAtirador ucraniano marca posição próximo à região de Donetsk, na Ucrânia
Atirador ucraniano marca posição próximo à região de Donetsk, na Ucrânia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Na noite de sábado, unidades das Forças Armadas da Ucrânia atacaram posições das forças da milícia no sul da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD). Três membros das forças ucranianas foram mortos e quatro ficaram feridos, um miliciano foi atingido, informou aos jornalistas o representante do comando operacional da RPD.

"Cerca de 01h00 [19h00, horário de Brasília], as forças ucranianas fizeram uma tentativa de melhorar suas posições no sul de Kominternovo (povoação no sul da RPD controlado pela milícia). Para isso, dois grupos com 15 elementos vieram na direção das nossas posições", disse.

Um tanque T-14 Armata é visto em 18 de setembro de 2017 no polígono Luzhsky durante os exercícios estratégicos conjuntos russo-bielorrussos Zapad 2017 - Sputnik Brasil
Ucrânia pode criar 'concorrente' ao poderoso tanque russo Armata (FOTO)
O comando operacional relatou que as forças ucranianas foram vistas e atacadas em seguida com armas não proibidas pelo acordo de Minsk. Como resultado, o ataque foi repelido, as unidades das Forças Armadas da Ucrânia sofreram perdas.

"Segundo dados preliminares, três militares ucranianos foram abatidos e quatro ficaram feridos. Do nosso lado, um defensor recebeu ferimentos", informou o representante.

Em abril de 2014, a Ucrânia iniciou uma operação militar nas províncias orientais de Donetsk e Lugansk, onde foram proclamadas repúblicas populares em resposta ao violento golpe de Estado que ocorreu em Kiev em fevereiro do mesmo ano. Segundo estimativas da ONU, desde o início da crise as hostilidades resultaram em mais de 10 mil mortos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала