Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Turquia bombardeia PKK no Iraque

© Sputnik / Michael Klimentyev / Abrir o banco de imagensRecep Tayyip Erdogan em encontro com Putin, em 2017.
Recep Tayyip Erdogan em encontro com Putin, em 2017. - Sputnik Brasil
Nos siga no
Aviões de guerra turcos atacaram uma reunião do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) nas Montanhas Qandil, disse o presidente RecepTayyip Erdogan neste sábado (16).

As forças armadas turcas aumentaram os ataques aéreos no norte do Iraque contra bases do PKK em Qandil, perto da fronteira Iraque-Irã, onde Ancara suspeita que membros do alto escalão do grupo militante estejam localizados.

O governo também disse que as tropas turcas avançaram cerca de 30 quilômetros dentro do norte do Iraque, não muito longe de Qandil.

Soldados turcos em Sanliurfa - Sputnik Brasil
Turquia ameaça atacar Iraque se Bagdá não eliminar militantes curdos
Em entrevista ao Kanal 7, Erdogan disse que os aviões de guerra turcos haviam atingido um ponto de encontro do PPK nas montanhas de Qandil, onde supostamente estavam os membros do grupo. Os militares anunciarião o resultado dos ataques aéreos nas próximas horas, disse ele.

"Com as operações mais recentes, atingimos um importante ponto de encontro deles. Ainda não recebemos os resultados, mas é certo que eles foram atingidos", disse Erdogan.

Ancara recentemente intensificou seus avisos de uma potencial ofensiva terrestre nas montanhas de Qandil. Erdogan disse que discutiu a questão com o presidente iraniano Hassan Rouhani e que os dois concordaram em manter a segurança regional.

As montanhas Qandil do norte do Iraque estão situadas perto da fronteira entre o Irã e o Iraque. Teerã tem influência significativa sobre o governo central do Iraque em Bagdá.

Sistemas de defesa antimíssil S-400 russos na Crimeia - Sputnik Brasil
Turquia: aquisição dos sistemas russos S-400 não ameaça OTAN
A Turquia também tem conversado com o Iraque sobre a potencial ofensiva, mas Erdogan disse no sábado que Ancara aguardará a formação de um novo governo em Bagdá, após a eleição de maio, antes de continuar as negociações.

Uma ofensiva contra o PKK em Qandil marcaria a terceira operação transfronteiriça da Turquia desde 2016. As operações militares anteriores foram contra milicianos curdos no norte da Síria. 

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала