Reino Unido rejeita plano para negociar permanência no espaço econômico da UE

© AP Photo / Aleksandr ZemlyanichenkoBandeira britânica hasteada em frente à embaixada do Reino Unido em Moscou
Bandeira britânica hasteada em frente à embaixada do Reino Unido em Moscou - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Parlamento do Reino Unido rejeitou nesta quarta-feira uma proposta que teria forçado o governo a negociar a permanência no Espaço Econômico Europeu e assim continuar participando do mercado único da UE durante as negociações do Brexit.

A Câmara dos Comuns votou de 327 a 126 para rejeitar a emenda proposta pela Câmara dos Lordes. A emenda teria afetado o projeto Brexit do governo, que cortará as ligações legais com o bloco europeu.

George Soros, presidente do Soros Fund Management, concede uma entrevista à CNN quanto à Iniciativa Global de Clintons, em Nova York, em 27 de setembro de 2015  (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Britânicos acusam George Soros de interferir em favor de um 2° referendo Brexit
No mesmo dia, o Parlamento rejeitou outra proposta que exigiria que o governo apresentasse um relatório sobre o processo de negociação da adesão à União Aduaneira da UE, com um voto de 325 a 298.

Ambos os votos são vitórias para a primeira-ministra Theresa May, que apenas no dia anterior afastou os legisladores que queriam dar ao Parlamento o poder de forçar o governo a renegociar o Brexit se ele retornar com um acordo que eles rejeitam.

O Brexit, a retirada do Reino Unido da UE, foi decidido por referendo em junho de 2016. A separação formal deve ocorrer em março de 2019.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала