Plano da China para a Coreia do Norte surtiu efeito, diz ministério chinês

© AP Photo / Ju PengNesta foto fornecida no dia 28 de março de 2018, pela Agência de Notícias Xinhua da China, está o líder norte-coreano Kim Jong-un, à esquerda, e o presidente chinês Xi Jinping apertando as mãos em Pequim, na China.
Nesta foto fornecida no dia 28 de março de 2018, pela Agência de Notícias Xinhua da China, está o líder norte-coreano Kim Jong-un, à esquerda, e o presidente chinês Xi Jinping apertando as mãos em Pequim, na China. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O plano chinês conhecido como "duplo congelamento" sobre a Coreia do Norte, com o objetivo de parar a atividade nuclear do país em troca de os Estados Unidos interromperem exercícios militares e estabelecerem diálogo com o país, se provou uma escolha efetiva.

É o que afirma o Ministério chinês das Relações Exteriores da China nesta terça-feira (12). Para eles, o cessar das atividades militares e o estabelecimento de um diálogo pacífico provou o efeito dessa estratégia.

"Sobre a questão da península coreana, a China está comprometida com a desnuclearização e a manutenção da paz e da estabilidade na península, além da resolução de questões relevantes através do diálogo e da consulta", afirmou o porta-voz Geng Shuang.

Rodman entrega o livro A Arte do Negócio para o ministro do esporte Kim Il Guk - Sputnik Brasil
'Eu já sabia': ex-astro da NBA chora na TV após encontro entre Kim e Trump (VÍDEO)
O encontro entre o presidente norte-americano, Donald Trump, e o líder norte-coreano Kim Jong-un, teve como desfecho um acordo entre Pyongyang e os EUA, reafirmando o compromisso norte-coreano com a desnuclearização da península, enquanto o segundo afirmou que garantirá a segurança da região.

"Nós propusemos o plano de 'duplo congelamento' e o desenvolvimento da situação se provou que essa é uma boa oferta e que está sendo bem implementada", concluiu Geng Shuang.

Em junho, a China propôs o chamado plano de "duplo congelamento", o que foi apoiado pela Rússia. Os chineses sugeriram que em troca da desnuclearização da Coreia do Norte, os EUA parassem os exercícios conjuntos com a Coreia do Sul na região da península coreana.

O encontro histórico entre Donald Trump e Kim Jong-un foi realizado em Singapura na noite da segunda-feira (11), no horário de Brasília. Já era manhã do desta terça-feira (12) em Singapura.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала