'Guerra de memes': embaixada de Israel responde ao líder supremo do Irã com GIF viral

© AP Photo / Sem credencialLíder supremo iraniano, Ali Khamenei, discursa em reunião em Teerã, Irã, outubro de 2017
Líder supremo iraniano, Ali Khamenei, discursa em reunião em Teerã, Irã, outubro de 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Pelo visto, a rivalidade entre Israel e Irã atingiu um novo nível depois de o líder supremo iraniano, aiatolá Ali Khamenei, ao condenar no Twitter as ações de Israel em relação à Grande Marcha de Retorno, ter recebido resposta inesperada.

Respondendo a Khamenei, que chamou Israel de "tumor cancerígeno maligno […] que precisa ser removido e erradicado", a embaixada israelense nos EUA respondeu no Twitter com um GIF de 2004 de uma cena do filme "Mean Girls" (Meninas Malvadas), em que a protagonista Regina George (atriz Rachel McAdams) pergunta: "Por que você é tão obcecada por mim?"

​Internautas do Twitter imediatamente prestaram atenção na publicação, viralizando o tweet, e falando sobre o nível da diplomacia digital.

Khamenei tweetou sobre Israel. A embaixada de Israel respondeu com um meme de Mean Girls. Eis o nível da diplomacia de 2018

​O Irã ameaça destruir Israel. Israel contra-ataca com um meme de Mean Girls. Nas redes sociais. Não sei o que está acontecendo

Enquanto isso, alguns usuários supuseram que futuras guerras serão travadas com a utilização de GIFs e memes, mas não se esqueceram das consequências. 

É assim que as futuras guerras devem ser travadas. Com GIFs e memes. Claro que haverá algum dano colateral — ou seja, sentimentos feridos — mas certamente seria uma alternativa melhor

Essa é a nova era da diplomacia. Talvez guerras sejam vencidas por aquele que tem o melhor GIF (ou vídeo de gatos?)

Anteriormente, Ali Khamenei qualificou Israel como "regime bárbaro, selvagem e infanticídio" e que não há outro tratamento "além destruí-lo".

As tensões entre o Irã e Israel se agravaram depois de Tel Aviv ter expressado sua preocupação quanto a alegadas tentativas de Teerã de estabelecer presença militar na Síria, expandindo, assim, influência pelo Oriente Médio. Teerã desmentiu as acusações, enfatizando que sua assistência militar à Síria é limitada à presença de seus conselheiros militares no país.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала