Trump quer deixar Coreia do Sul e Japão de fora da reunião com Kim Jong-un

Nos siga noTelegram
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, não deseja que seus aliados sul-coreanos e japoneses tenham assento durante a cúpula com a Coreia do Norte, informou a imprensa norte-americana.

Um funcionário da administração americana disse ao Washington Post que o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, e o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, estavam ansiosos para desempenhar um papel na cúpula, mas desde a semana passada os Estados Unidos fazem de tudo para limitar a reunião a Trump e Kim.

Encontro entre o líder norte-coreano, Kim Jong-un, e o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, 26 de maio de 2018 - Sputnik Brasil
Kim Jong-un: compromisso de desnuclearizar Coreia permanece inalterado
"O presidente está tentando mantê-los à distância", disse o funcionário, referindo-se aos dois líderes asiáticos, conforme citado pelo jornal.

A publicação informou que essa abordagem reflete a confiança de Trump em sua experiência de fazer negócios e a crença do presidente de que ele poderia estabelecer um relacionamento melhor com Kim Jong-un agindo sozinho.

Autoridades sul-coreanas disseram, por sua vez, que uma cúpula tripartite precisava de aprovação de Washington e Pyongyang.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала