Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Transiberiana: maior ferrovia do mundo pode ligar a Rússia com as Coreias

© Sputnik / Alexandr KryazhevComboios estacionados em uma das estações da ferrovia Transiberiana que liga a Rússia Europeia com as províncias do Extremo Oriente Russo, Mongólia, China e o mar do Japão (também conhecido como mar do Leste)
Comboios estacionados em uma das estações da ferrovia Transiberiana que liga a Rússia Europeia com as províncias do Extremo Oriente Russo, Mongólia, China e o mar do Japão (também conhecido como mar do Leste) - Sputnik Brasil
Nos siga no
Ferrovia mais longa do mundo, a Transiberiana abrange quase toda a extensão da Rússia e poderá obter em breve uma extensão para a Coreia do Norte e do Sul.

Um memorando sobre o projeto foi assinado há 10 anos, mas as negociações foram congeladas depois que as relações entre as duas Coreias se deterioraram. O recente degelo considerou Seul e Pyongyang mais abertas à melhoria dos laços.

"Ninguém cancelou o projeto e ainda consideramos que é extremamente importante […] Tecnicamente, estamos totalmente prontos para conectar a ferrovia Trans-Coreana à ferrovia Transiberiana", disse um porta-voz do projeto, Gennady Bessonov, à Sputnik.

Segundo ele, todo o problema está nas relações políticas entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul. "Modernizamos a seção da estação de Hasan, na Rússia, para o porto norte-coreano de Rajin. É possível conectar-se a Pyongyang e depois a Seul", garantiu Bessonov.

Linha ferroviária Transiberiana - Sputnik Brasil
Mítica Transiberiana russa será renovada em projeto multimilionário

A única fronteira da Rússia com a península coreana é com a Coreia do Norte. No mês passado, a diplomata sul-coreana Kang Kyung-wha disse que a Rússia poderia construir um gasoduto para o país através do território do Norte.

"Se a situação de segurança na península coreana melhorar, poderemos rever o negócio de gás natural envolvendo as duas Coreias e a Rússia", declarou.

A ferrovia Transiberiana foi construída entre 1891 e 1916 sob a supervisão de ministros pessoalmente nomeados pelo czar Alexandre III e depois pelo czar Nicolau II.

Ocupando um recorde de oito fusos horários, ela conecta centenas de cidades grandes e pequenas das partes europeia e asiática da Rússia em 9.289 km (5.700 milhas), tornando-a a ferrovia mais longa do mundo.

A Rússia prometeu um investimento de US$ 10 bilhões para modernizar significativamente a infraestrutura da ferrovia.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала