Como uma disputa por queijo pode obrigar o McDonald's a desembolsar US$250 mi em multas

© Sputnik / Yury Abramochkin / Abrir o banco de imagensРесторан McDonalds. Архив
Ресторан McDonalds. Архив - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Uma das redes de fast food mais emblemáticas do mundo, o McDonald's é alvo de uma ação alegando que milhões de clientes foram indevidamente cobrados por queijo em seus hambúrgueres que nunca pediram.

O caso começou quando dois clientes da Flórida abordaram advogados em busca de reparação por receberem o famoso sanduíche "Quarterão" sem queijo. Eles buscam US$5 mi em reparação por danos coletivos.

Logo do restaurante McDonald’s - Sputnik Brasil
McDonald’s em Pyongyang? Kim Jong-un estaria buscando investimento estadunidense
De acordo com os clientes, vários consumidores têm recebido os hambúrgueres sem queijo. Um deles, Leonard Werner, disse ao jornal Sun-Sentinel que resolveu entrar com o processo ao se questionar se deveria pagar uma taxa excedente pelo produto que não recebia.

"Comecei a conversar com alguns amigos advogados, dizendo: 'Qual é o problema? Eles podem cobrar por algo que eu não recebi?' Não está certo", disse Werner em entrevista.

Werner e Cynthia Kissner iniciaram um processo contra o McDonald's em Fort Lauderdale, Flórida, no início deste mês. Se o caso se tornar uma ação coletiva, como os advogados pediram ao juiz, o McDonald's pode se ver obrigado a distribuir US $ 10 e um hambúrguer grátis para 25 milhões de pessoas, ou seja, US$ 250 milhões.

Um advogado que representa os queixosos disse que, como o Quarterão com queijo é vendido para consumidores com o app do McDonald's instalado por um preço mais baixo, a empresa não tem legitimidade para cobrar de clientes até US $ 1 a mais por hambúrguer.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала