Múmia intacta de 1.000 anos dentro de 'caixão' de algodão é encontrada no Peru (FOTO)

CC0 / Pixabay / Uma múmia
Uma múmia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Uma equipe de arqueólogos da Universidade Livre de Bruxelas (Bélgica) encontrou no Peru uma múmia de cerca de 1.000 anos de idade dentro de uma espécie de caixão vertical feito de algodão. A descoberta foi realizada em Pachacamac, um sítio arqueológico costeiro perto de Lima.

"Acreditamos que o enterro foi realizado entre os anos 1.000 a 1.200 de nossa era", sublinhou Peter Eeckhout, diretor das escavações, em um comunicado. "O defunto está completamente envolto em um enorme pacote funerário que lhe serviu de caixão", explicou ele.

Um indígena peruano, vestido como um rei inca, faz uma oferenda durante a cerimônia Chaccu, um ajuntamento anual de vicunhas, na Reserva Nacional de Pampa Galeras, Peru, 24 de junho de 2015 - Sputnik Brasil
Descoberta macabra no Peru revela o maior sacrifício infantil da história (FOTO)
De acordo com a equipe de pesquisadores, associados ao centro CReA-Patrimoine da universidade, a descoberta arqueológica está associada à cultura Ichma que existiu na costa central do Peru entre 900 e 1470 d.C. "As descobertas dessa natureza são raras, e o estado de conservação [da múmia] é excepcional", indicou Eeckhout.

Em sítios arqueológicos vizinhos foram descobertos corpos envoltos de forma similar e enterrados de cócoras, mas também foram encontrados em posição fetal. Com o objetivo de confirmar esse e outros detalhes, a equipe planeja estudar o conteúdo do "caixão" usando raios X, tomografia axial, reconstrução tridimensional e outros métodos não invasivos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала