Cuba quer estreitar laços comerciais e sociais com a Rússia

Nos siga noTelegram
O governo cubano acredita que a Rússia e suas empresas devem desempenhar um papel mais importante no desenvolvimento social e econômico da ilha, disse na última quarta-feira o vice-presidente do Conselho de Ministros de Cuba, Ricardo Cabrisas Ruiz.

"Acreditamos que a Rússia e suas empresas devem desempenhar um papel mais ativo em nosso desenvolvimento social e econômico", disse Ruiz na abertura do Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo (SPIEF).

Fidel Castro, no centro, com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, em Havana, Cuba. Foto de 11 de julho de 2014. - Sputnik Brasil
Rússia e Cuba assinam acordo para facilitar vistos

O funcionário cubano observou que as relações com Moscou foram importantes nos últimos anos e que as indústrias russas estavam presentes nos principais setores econômicos de Cuba, como transporte e energia.

Ruiz acrescentou que havia uma sugestão para a indústria farmacêutica cubana de ter uma melhor representação no mercado russo.

O SPIEF, realizado anualmente na segunda maior cidade da Rússia, em São Petersburgo, é uma importante plataforma global de comunicação entre representantes de empresas e a discussão de questões econômicas cruciais.

O evento começou no início do dia e continuará até o sábado. A Agência de Informações Internacionais Rossiya Segodnya é o parceiro oficial de mídia do fórum.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала