Palestina passa a ser Estado-membro da OPAQ

© REUTERS / Mohamad TorokmanManifestante com a bandeira da Palestina
Manifestante com a bandeira da Palestina - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O governo palestino decidiu aderir à Convenção sobre Armas Químicas, anunciou nesta quarta-feira a Organização para Proibição das Armas Químicas (OPAQ), com sede na cidade de Haia, na Holanda.

"O Estado da Palestina depositou o instrumento de adesão à Convenção sobre as Armas Químicas", anunciou a OPAQ em um comunicado.

Manifestantes iraquianos queimando as bandeiras dos EUA e de Israel como gesto de apoio à Palestina - Sputnik Brasil
Norte-americanos 'são ocupadores da terra palestina assim como os israelenses'
O comunicado foi feito exatamente um dia após os palestinos acusarem Israel de cometer crimes de guerra na Faixa da Gaza ao Tribunal Penal Internacional (TPI).

A OPAQ contava até hoje com 192 integrantes que se comprometeram a "eliminar de forma permanente" o uso de armas químicas. A Palestina passou a ter o status de "Estado observador" na ONU em 2012 e desde então tem tentado fazer parte da maioria das organizações existentes para conseguir mais reconhecimento no cenário internacional.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала