FBI vai colocar republicanos a par das investigações sobre a 'interferência russa'

© REUTERS / Jonathan ErnstA bandeira americana em um veículo vibra quando o sol se põe atrás da cúpula do Capitólio dos EUA nas horas antes de o presidente Barack Obama entregar o discurso do Estado da União a uma sessão conjunta do Congresso em Washington em 12 de janeiro de 2016
A bandeira americana em um veículo vibra quando o sol se põe atrás da cúpula do Capitólio dos EUA nas horas antes de o presidente Barack Obama entregar o discurso do Estado da União a uma sessão conjunta do Congresso em Washington em 12 de janeiro de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Departamento de Justiça e o Departamento Federal de Investigações dos Estados Unidos (FBI) fornecerão informações sobre o tratamento da investigação russa aos congressistas republicanos na quinta-feira, informou a repórteres Sarah Huckabee Sanders, porta-voz da Casa Branca.

"Está marcado para a quinta-feira desta semana. As pessoas que devem participar são o presidente [Devin] Nunes, presidente [Trey] Gowdy, diretor do FBI [Christopher] Wray, diretor da DNI [Diretor de Inteligência Nacional] [Dan "Coats], e o oficial do Departamento de Justiça, Ed O'Callaghan. Ninguém da Casa Branca vai participar", Sanders disse durante uma coletiva de imprensa da Casa Branca.

Former FBI Director Robert Mueller, the special counsel probing Russian interference in the 2016 election, departs Capitol Hill following a closed door meeting in Washington. (File) - Sputnik Brasil
EUA: Juíza frustra Robert Mueller e mantém audiência sobre 'interferência russa'
Sanders disse que os democratas não comparecerão à reunião porque não solicitaram as informações que os congressistas Nunes e Gowdy querem ver.

Os dois legisladores republicanos exigiram informações sobre como o FBI supostamente plantou uma fonte dentro da campanha de Trump para fins políticos.

Na segunda-feira, Trump ordenou que o chefe de gabinete da Casa Branca, John Kelly, organizasse a reunião para que o Congresso tivesse acesso a informações altamente confidenciais, incluindo detalhes sobre como um informante do FBI espionou a equipe de campanha do presidente Donald Trump.

Trump exigiu no fim de semana que o Departamento de Justiça investigue se o FBI se infiltrou em sua campanha. Sua demanda veio depois de relatos de que a investigação do FBI sobre supostos vínculos entre Trump e o Kremlin dependia, em parte, de informantes ligados à campanha.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала