Na Turquia, 106 pessoas são condenadas a prisão perpétua por tentativa de golpe

© REUTERS / Yagiz KarahanSeguidores do presidente turco, Tayyip Erdogan, comemoram o fracasso do golpe de Estado na Ponte do Bósforo, em Istambul, Turquia 16 de julho de 2016
Seguidores do presidente turco, Tayyip Erdogan, comemoram o fracasso do golpe de Estado na Ponte do Bósforo, em Istambul, Turquia 16 de julho de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Tribunais de Izmir e Gaziantep, na Turquia condenaram 106 pessoas à prisão perpétua, incluindo oficiais militares de alta patente devido a acusações de participação na tentativa de golpe de 2016, de acordo com informações da imprensa local nesta segunda-feira (21).

Cerca de 104 dos 280 réus receberam penas de prisão perpétua em Izmir e 2 em Gaziantep, segundo o jornal Daily Sabah. Todos os réus foram expulsos do Exército logo após a tentativa de golpe, acrescentou o jornal.

Presidente turco Recep Tayyip Erdogan discursando em comício em Istambul - 5 de março de 2017 - Sputnik Brasil
Inteligência da Turquia revela ataque preparado contra Erdogan
Em 15 de julho de 2016, uma tentativa de golpe militar na Turquia deixou mais de 240 pessoas mortas. Ancara acusou o clérigo islâmico Fethullah Gulen, que mora nos Estados Unidos desde 1999, além de seus seguidores de orquestrarem a tentativa. Gulen refutou as alegações.

Após a fracassada tentativa de derrubar o governo, Ancara prendeu milhares de funcionários públicos, militares, educadores, ativistas e jornalistas por suspeita de ligação com Gulen.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала