Trump manda preparar novas sanções contra Rússia por causa dos mísseis

© AP Photo / Ministério da Defesa da Coreia do SulLançamento de mísseis durante treinamentos conjuntos entre EUA e Coreia do Sul (foto de arquivo)
Lançamento de mísseis durante treinamentos conjuntos entre EUA e Coreia do Sul (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente norte-americano, Donald Trump, deu ordem ao secretário de Estado, Mike Pompeo, de preparar propostas de restrições em relação à Rússia por causa de supostas violações por parte de Moscou do Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário (INF), comunicou a Casa Branca.

Estas medidas são exigidas pelo Congresso no orçamento militar de 2018.

Comboio de blindados Stryker do exército americano - Sputnik Brasil
Por que EUA continuam testando 'cortina de ferro' depois de 13 anos de criação?
Pompeo tem que coordenar as medidas com os Departamentos das Finanças, Defesa, Comércio, bem como com o diretor da inteligência nacional.

O Congresso exigiu que o presidente apresentasse o relatório, que deve incluir um plano de "medidas" contra os funcionários russos que possam ter estado ser envolvidos nas violações do Tratado INF, incluindo uma possível introdução de sanções e proibição de contatos sobre as compras orçamentais dos EUA.

O Tratado INF foi assinado em 1987 entre a União Soviética e os EUA e estabelecia a redução do número de mísseis com alcance de 500 a 1.000 quilômetros e de 1.000 a 5.500 quilômetros.

Moscou disse que as alegações de a Rússia se recusar a reduzir mais armas nucleares são um "malabarismo óbvio". O chanceler russo, Sergei Lavrov, declarou que a Rússia quer preservar o tratado e está pronta para negociar com Washington sobre o assunto.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала