Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Conselheiro de Segurança: EUA não descartam sanções contra empresas europeias

© AP Photo / Susan WalshJohn Bolton na Casa Branca.
John Bolton na Casa Branca. - Sputnik Brasil
Nos siga no
John Bolton, conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos, afirmou em entrevista que Washington não descarta a adoção de sanções contra companhias europeias que cooperarem com Teerã após a saída dos EUA do acordo nuclear iraniano.

"É possível", disse ele à CNN ao ser questionado se as medidas norte-americanas poderiam atingir a Europa, destacando que tudo dependeria da conduta de outros governos. "O racional em sair do acordo é que ele era contrário aos interesses de segurança nacional americanos quando nós entramos, e não melhorou com o tempo", afirmou. 

Mohammad Javad Zarif, Ministro das Relações Exteriores do Irã, em encontro com Mauro Luiz Iecker Vieira, Ministro das Relações Exteriores brasileiro, em 2015, em Teerã. - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Longe demais? Brasil pode sofrer prejuízo com tensão entre EUA e Irã

De acordo com Bolton, o presidente norte-americano, Donald Trump, teve que tomar uma decisão em relação à defesa dos interesses dos EUA, os quais seriam incompatíveis com o acordo iraniano. 

"A consequência de os EUA saírem disso é a reimposição de todas as sanções americanas, como eram antes de o acordo entrar em efeito. Eu acho que o que vimos é que a condição econômica do Irã é realmente muito instável. Então, o efeito aqui poderia ser dramático."

O conselheiro garantiu que a atual administração na Casa Branca não tem como objetivo uma mudança de governo no Irã, mas apenas quer impedir que a república islâmica adquira armas nucleares e sistemas capazes de utilizá-las. 

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала