Trump e Theresa May querem combater 'atividade desestabilizadora' do Irã

© REUTERS / Kevin LamarqueUS President Donald Trump escorts British Prime Minister Theresa May after their meeting at the White House in Washington, US, January 27, 2017.
US President Donald Trump escorts British Prime Minister Theresa May after their meeting at the White House in Washington, US, January 27, 2017. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A primeira-ministra do Reino Unido Theresa May e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, concordaram durante uma ligação telefônica nesta sexta-feira (11) sobre a necessidade de continuar combatendo as atividades desestabilizadoras do Irã no Oriente Médio, segundo informou o gabinete da britânica em comunicado.

"O primeiro-ministro e o presidente condenaram os ataques com foguetes iranianos contra as forças israelenses no começo da semana e apoiaram com veemência o direito de Israel de se defender contra a agressão iraniana. Eles concordaram com a necessidade de que haja calma por parte de todos os lados e com a importância de se combater a atividade desestabilizadora do Irã na região", diz a declaração.

Míssil iraniano de longo alcance, foto de arquivo - Sputnik Brasil
Irã ameaça 'destruir por completo' maiores cidades de Israel
May, no entanto, reafirmou o compromisso de Londres com o acordo nuclear iraniano, que os Estados Unidos estão deixando, e observou que o Reino Unido e países europeus garantiriam que o acordo seria mantido "como a melhor maneira de impedir que o Irã desenvolva uma arma nuclear".

Trump disse no começo da semana que Washington não apenas sairá do acordo, mas restabelecerá as sanções contra Teerã.

"A primeira-ministra falou sobre o potencial impacto das sanções dos EUA sobre as empresas que atualmente têm negócios no Irã. Eles concordaram em realizar negociações entre nossas equipes", diz o comunicado.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала