Moscou acusa militares veteranos da Ucrânia de ameaçar diplomata russo

© AP Photo / Osamu Honda, FileSede da ONU em Nova York
Sede da ONU em Nova York - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Ex-participantes da chamada operação antiterrorista (ATO) realizada pela Ucrânia, na região de Donbass, ameaçaram um diplomata russo nos bastidores do evento realizado na sede da ONU. A declaração é da representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, nesta sexta-feira.

De acordo com Zakharova, na quarta-feira a Ucrânia realizou um evento dedicado às questões relacionadas à disseminação de 'fakenews' e propaganda. O evento, que teria sido realizado no âmbito das atividades do Comitê de Informações da ONU, também contou com a presença de representante da chancelaria russa.

Vista da Ponte da Crimeia através do estreito de Kerch - Sputnik Brasil
Rússia reforça defesa na Crimeia em resposta a provocações da Ucrânia, diz especialista
"O lado ucraniano convidou os chamados veteranos da ATO para o evento de mídia. Após o término do evento, essas pessoas vestindo uniforme vieram ao representante russo à margem das Nações Unidas e começaram a ameaçar usar a força. Havia pessoas que usavam uniforme militar na sede da ONU, que trabalhavam no prédio, gritavam, fotografavam diplomatas russos e faziam ameaças. Eu falo sobre ameaças diretas”, disse Zakharova.

A diplomata acrescentou que o evento organizado por Kiev foi uma continuação da política ucraniana destinada a intimidar os diplomatas russos.

De acordo com Zakharova, a delegação ucraniana informou que o evento de quarta-feira foi realizado no âmbito do Comitê de Informações da ONU e até publicou um comunicado de imprensa provando essa informação. No entanto, o presidente do comitê refutou essa informação.

"O comitê nos assegurou que tais desdobramentos não ocorrerão no futuro. Esta garantia foi expressa diante de todos os países-membros, quando o presidente teve que dar desculpas e repetidamente disse que nenhum evento havia sido realizado sob os auspícios do comitê", afirmou. 

Zakharova disse ainda que o lado ucraniano mentiu aos Estados membros da ONU, acrescentando que a delegação ucraniana realizou o evento com o objetivo de lutar contra "notícias falsas", mas ao mesmo tempo os diplomatas ucranianos espalharam "notícias falsas".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала