Exército sírio dividirá territórios ao sul de Damasco controlados pelo Daesh em 2 zonas

© Sputnik / Mikhail Alayeddin / Abrir o banco de imagensO exército sírio próximo do rio Eufrates em Deir ez-Zor. Foto do arquivo
O exército sírio próximo do rio Eufrates em Deir ez-Zor. Foto do arquivo - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O exército sírio dividirá em duas partes os territórios ao sul de Damasco, controlados pelo Daesh (organização terrorista proibida na Rússia), informou à Sputnik o general sírio Mashen Nafnuf.

"Apenas ontem, no lugar do comando de minha brigada, estavam posições dos terroristas, durante o último dia avançamos 500 metros, do outro lado avança outra brigada do nosso exército. Em breve nos encontraremos e isso significa que dividiremos em duas partes o território ocupado pelos combatentes do Daesh", explicou Nafnuf.

Segundo o general, através dessa manobra o exército procederá à "eliminação e aniquilamento dos terroristas".

Centro russo de Reconciliação na Síria entrega ajuda humanitária ao povo sírio - Sputnik Brasil
Mais de 2 mil rebeldes e suas famílias deixam campo sírio de Yarmouk em um dia
Alguns territórios ao sul de Damasco ainda estão sob controle do Daesh e da Frente al-Nusra (grupos terroristas proibidos na Rússia).

Em 6 de maio o Centro Russo para a Reconciliação na Síria informou que, no total, 2.556 combatentes de grupos armados e suas famílias deixaram o campo de refugiados de Yarmouk em um dia.

Nos últimos dias, os efetivos do Centro, em colaboração com as unidades da Polícia Militar russa, realizaram a evacuação dos combatentes e de suas famílias, através do corredor humanitário em Beit Sahem.

Soldados do exército sírio em seus caminhões militares gritando lemas em apoio ao presidente sírio Bashar Assad, entrando em uma aldeia perto da cidade de Jisr al-Shughour, ao norte de Damasco, Síria (Arquivo) - Sputnik Brasil
Mídia: rebeldes 'anti-Daesh' treinados pela Noruega se viram contra Assad
Os evacuados foram transportados em ônibus, escoltados por veículos do serviço de segurança sírio e por ambulâncias do Crescente Vermelho, em direção ao norte da província de Aleppo.

Desde o último dia 3 de maio, mais de 4.500 combatentes e suas famílias foram evacuados das cidades de Yalda, Babila, Sidi Miqdad e Beit Sahem, disse o general russo.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала