Taxa de pobreza no Peru cresce pela primeira vez em 16 anos

Nos siga noTelegram
A taxa de pobreza do Peru aumentou, em 2017, pela primeira vez desde 2001, em cerca de 1%. De acordo com dados do governo, ela chegou a 21,7%.

O Peru conseguiu reduzir sua taxa de pobreza a uma média de 4 pontos percentuais entre 2006 e 2012, com o aumento dos preços das principais exportações minerais do país. Mas ocorreu um declínio nos últimos anos, com o recuo do boom global de commodities. 

O presidente do Peru, Martin Vizcarra, acena antes de seguir para a residência presidencial. Ele assumiu a presidência após a renúncia de seu antecessor, Pedro Pablo Kuczynski. - Sputnik Brasil
Martin Vizcarra assume presidência do Peru e promete combater corrupção

De acordo com a agência Reuters, um escândalo maciço e os repetidos confrontos entre os poderes legislativo e executivo sufocaram o investimento no ano passado e levaram o ex-presidente Pedro Pablo Kuczynski a renunciar.

Também em 2017, cerca de 375 mil peruanos atingiram o nível de pobreza, que a agência estatal de estatísticas Inei define como um indivíduo que sobrevive com menos de 338 soles (US$ 105) por mês.

Agora, cerca de 7 milhões de peruanos vivem na pobreza, dos quais 44% estariam vivendo em zonas rurais do país, segundo a Inei. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала