Irã revela objetivos de sua presença militar na Síria

© Sputnik / Mikhail Voskresenky / Abrir o banco de imagensDestacamento iraniano na Síria
Destacamento iraniano na Síria - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O ministro das Relações Exteriores iraniano, Mohamad Yavad Zarif, frisou que o país não apoia ninguém na Síria e falou sobre as metas de Teerã no país.

O Irã se envolveu no conflito sírio para lidar com a ameaça criada pelos aliados dos EUA, afirmou o ministro das Relações Exteriores iraniano, Mohamad Yavad Zarif.

"Respondemos a uma ameaça, uma ameaça criada pelos aliados dos EUA, com seu dinheiro, sua ideologia e suas armas, eles financiaram esses grupos, armaram-nos, e, mais importante, proporcionaram-lhes a ideologia do ódio", assegurou Zarif durante reunião do Conselho das Relações Exteriores em Nova York.

Presidente do Irã, Hassan Rouhani - Sputnik Brasil
Irã adverte Trump: caso acordo nuclear seja descumprido, consequências serão graves
O chanceler iraniano expressou a esperança de que os aliados norte-americanos cumpram suas promessas para que a "região e o mundo se livrem das pessoas que estão dispostas a decapitar inocentes e se suicidar para matar mais gente".

"Devem nos agradecer por termos evitado que Damasco, Bagdá e Arbil tenham caído nas mãos do Daesh [organização proibida na Rússia e em vários outros países], pois, ao invés de uma organização terrorista, haveria dois Estados terroristas", frisou.

Zarif desmentiu também que seu país apoia o governo do presidente sírio, Bashar Assad, e destacou que as forças iranianas se encontram no país para impedir a conquista dos extremistas. 

"Não apoiamos ninguém na Síria […] Estamos na Síria para impedir que o país seja conquistado por radicais", ressaltou. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала