Estados Unidos estariam construindo nova base na África para 'ajudar países'

© AP Photo / Carley PeteschCampo das forças militares dos EUA envolvidas na construção da base aérea nigerina
Campo das forças militares dos EUA envolvidas na construção da base aérea nigerina - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os EUA, a pedido do governo do Níger, estão construindo uma nova base militar onde serão posicionados drones e caças militares, comunicou a edição Military Times, apontando que a inauguração da base está agendada para início de 2019.

"Prevê-se que a base aérea 201 nigerina (Niger Air Base 201) comece a funcionar no início do ano que vem. Na base, que se localizará a milhas da cidade de Agadez e que está sendo construída a pedido do governo do Níger, serão posicionados caças e drones do tipo MG-9, deslocados da capital", escreveu o jornal.

Forças dos EUA patrulhando nos arredores da cidade síria de Manbij, província de Aleppo (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
EUA criam nova base militar na Síria depois de anunciar sua saída do país (VÍDEO)
A edição especificou que os drones serão "dotados de meios de vigilância e de ataques" e "poderão atingir vários países da África Ocidental e do Norte". Os drones deverão ser utilizados para atacar combatentes das organizações terroristas Al-Qaeda e Daesh (ambas proibidas na Rússia e em vários outros países) que operam nos países da região de Sahel, incluindo a área do lago Chade, onde atua o grupo Boko Haram. 

As fontes da edição não detalharam a quantidade de drones que será posicionada na base nem provável chegada de contingente adicional da Força Aérea dos EUA.

De acordo com informações do jornal Military Times, o projeto é avaliado em US$ 110 milhões (R$ 379 milhões), sendo este "o maior projeto de construção da força de trabalho militar americana da história". O custo anual de manutenção da base corresponderá a US$ 15 milhões (R$ 51 milhões).

Presidente da Comissão da União Africana Moussa Faki Mahamat, à esquerda, posa ao lado do ministro chinês das Relações Exteriores, Wang Wi, à direita. Encontro aconteceu em Pequim, no dia 8 de fevereiro de 2018. - Sputnik Brasil
'Sempre precisam de inimigo': por que presença chinesa na África causa histeria americana?
Segundo a porta-voz do Comando dos EUA na África, Samantha Reho, a nova base perto de Agadez aumentará a eficácia na troca de dados da inteligência com países da região, bem como ajudará a solucionar questões da segurança regional de forma mais rápida.

"A base em Agadez vai estimular os mecanismos do Comando africano dos EUA no que se refere à troca de dados de inteligência que ajudará mais efetivamente o Níger e outros parceiros, tais como a Nigéria, Chade, Mali e outros países da região, bem como aperfeiçoará nossas capacidades de reagir a problemas de segurança regional", afirmou Reho, citada pelo jornal.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала