Após protestos, mortes e condenação dos EUA, Nicarágua cancela reforma de sua previdência

© Sputnik / Sergey Guneev / Abrir o banco de imagensSigning joint documents following the results of Russian-Nicaraguan talks in the Kremlin
Signing joint documents following the results of Russian-Nicaraguan talks in the Kremlin - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, recuou neste domingo (22) de sua tentativa de reformar o sistema de previdência social do país.

A proposta de Ortega causou protestos que deixaram dezenas de mortos. A violência contra os manifestantes rendeu uma nota de condenação do Departamento de Estado dos EUA.

Alunos da Universidade Pública da Universidade Agrária (UNA) protestam contra reformas que implementam mudanças nos planos de pensão do Instituto Nacional de Seguro Social da Nicarágua (INSS). - Sputnik Brasil
Nicarágua registra mais de 30 mortos em protestos contra novo sistema de previdência
O mandatário afirmou que "lamenta" os "eventos violentos".

"O diálogo, como dissemos, é fundamental para resolver qualquer conflito", disse Ortega em um fórum empresarial. 

A reforma de Ortega pretendia aumentar a contribuição dos trabalhadores e cortar em 5% o valor das pensões. O presidente anunciou que a reforma seria revogada em discurso em rede nacional de televisão. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала