Ataques dos EUA na Síria não ajudam a construir a paz, diz enviado da ONU

© AP Photo / Hassan AmmarCéu de Damasco durante ataque norte-americano na noite entre 13 e 14 de abril
Céu de Damasco durante ataque norte-americano na noite entre 13 e 14 de abril - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O enviado especial da ONU para a Síria, Staffan de Mistura, declarou que os ataques dos EUA na Síria não ajudam a construir a paz.

"O que aconteceu na semana passada não ajudou Astana, Sochi ou Genebra", enfatizou o diplomata, fazendo referência às negociações de paz no país. 

Militar norte-americano na cidade de Manbij, Síria - Sputnik Brasil
Síria e Iraque: Ataques liderados pelos EUA atingem 30 alvos terroristas
Na semana passada, os Estados Unidos, Reino Unido e França realizaram um ataque com mísseis contra a Síria. O ataque foi motivado por um suposto ataque químico na cidade síria de Douma por parte das tropas sírias.

Além disso, o enviado da ONU observou que o mecanismo para diminuir a escalada do conflito introduzido pelas forças russas e norte-americanas operando na Síria funcionou efetivamente, permitindo evitar o agravamento da situação no país do Oriente Médio, e deve continuar. 

"Acho que esse diálogo precisa continuar e tem sido capaz de evitar conseqüências muito piores. Entendo que houve uma reunião útil entre os altos militares russos e americanos, e até mesmo entre o embaixador russo em Washington e o novo conselheiro de Segurança Nacional [dos EUA], John Bolton", disse o enviado.

De Mistura observou que, além de Moscou, ele visitou Riad e Ancara na semana passada, e planeja manter conversações também em Teerã, na tentativa de "baixar a temperatura" na Síria.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала