Especialista: novas sanções podem ​​ter efeito saudável sobre economia russa

© Sputnik / Aleksei Druzhinin / Abrir o banco de imagensVista do Kremlin de Moscou
Vista do Kremlin de Moscou - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Casa Branca, através da embaixadora norte-americana na ONU, Nikki Haley, sugeri nesta segunda-feira que novas sanções dos EUA contra a Rússia estariam a caminho.

Um dia depois de Haley ter participado do programa "Face the Nation", da CBS, no domingo, a secretária de imprensa da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders, divulgou um comunicado afirmando que, embora as sanções estejam sendo consideradas, ainda não foi tomada uma decisão.

Falando com Radio Sputnik, o professor Steve Keen e o jornalista Dmitry Babich sugeriram que, mesmo que o governo Trump adote novas sanções contra a Rússia, isso só ajudará a fortalecer a economia russa.

"A longo prazo, essas sanções podem ter um efeito saudável sobre a economia russa", disse Babich. "Essas sanções, ironicamente, vão fazer com que essas empresas russas mais ricas olhem para a Rússia."

O ônibus espacial Discovery, a bordo de um Boeing 747 da NASA especialmente modificado, voa sobre Washington, DC, 17 de abril de 2012 - Sputnik Brasil
Guerra de titãs: sanções russas podem paralisar indústria aeronáutica dos EUA
"O outro fato é que essas empresas não poderão fazer transações em dólares, porque isso as tornará vulneráveis ​​às autoridades financeiras dos EUA, então essas empresas podem mudar para o euro ou outras moedas… no longo prazo, isso terá um impacto negativo sobre os Estados Unidos. Os EUA lucraram imensamente com empresas estrangeiras que preferiam fazer suas transações em dólares ", acrescentou.

Concordando com Babich, Keen, professor de economia na Universidade de Kingston, em Londres, disse que "esse tipo de comportamento [do presidente Donald] Trump coloca barreiras à desregulamentação do comércio".

"Vai forçar muitas empresas a pensar que simplesmente não podemos lidar com essa instabilidade em nossa cadeia de fornecimento", disse Keen.

"Isso vai encorajar a Rússia a considerar mais o desenvolvimento de indústrias domésticas", enfatizou o professor

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала