Moscou: nenhum míssil dos EUA entrou no raio do escudo antiaéreo russo na Síria

© Sputnik / Dmitry Vinogradov / Abrir o banco de imagensSistemas de mísseis russos S-400 na base aérea de Hmeymim, na Síria
Sistemas de mísseis russos S-400 na base aérea de Hmeymim, na Síria - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O ministério da Defesa da Rússia comentou o ataque aéreo conjunto conduzido por norte-americanos, britânicos e franceses na Síria, que ocorreu nesta sexta-feira.

"Nenhum dos mísseis de cruzeiro lançados pelos EUA e seus aliados não entrou na zona de responsabilidade das defesas aéreas russas protegendo instalações em Tartus [instalação naval] e Hmeymim [base aérea localizada na província de Latakia]", informou o ministério da Defesa da Rússia em um comunicado.

Damascus sky lights up with service to air missile fire as the U.S. launches an attack on Syria targeting different parts of the Syrian capital Damascus, Syria, early Saturday, April 14, 2018. - Sputnik Brasil
Defesa antiaérea síria dispara contra míssil antes da explosão (VÍDEO)
De acordo com os militares russos, o ataque com mísseis contra alvos civis e militares foi conduzido por navios de guerra dos EUA em conjunto com as forças aéreas do Reino Unido e da França na noite entre sexta-feira e sábado.

Os Estados Unidos, Reino Unido e França lançaram mísseis contra diversos alvos na Síria em resposta ao suposto ataque químico no subúrbio de Damasco, Douma, na Ghouta Oriental. Os países ocidentais culpam Damasco pelo incidente, sem apresentar provas.

O ataque foi realizado na véspera de uma investigação internacional na cidade afetada.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала