Pentágono: ataque significa mudança de política dos EUA com a Síria

© Sputnik / David B. GleasonPentágono, sede do Departamento de Defesa dos EUA
Pentágono, sede do Departamento de Defesa dos EUA - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Pentágono comentou sobre o ataque com mísseis dos EUA, que foi realizado em conjunto com seus aliados, Reino Unido e França, logo após o presidente Donald Trump parabenizar os ataques, dizendo que a "missão está cumprida".

De acordo com a porta-voz do Pentágono, Dana W. White, o ataque ocidental à Síria significa uma mudança na política de Washington em relação a Damasco.

Segundo o Departamento de Defesa dos Estados Unidos, estimativas preliminares sugerem que o objetivo dos Estados Unidos com a operação junto aos aliados na Síria foi atingido sem maiores dificuldades.

Não houve nenhuma resposta aos ataques aéreos na Síria, também afirmou a porta-voz.

​"Na noite passada, as forças dos Estados Unidos — sob a direção do Presidente dos EUA — lançaram ataques de precisão contra alvos do regime de Assad associados ao uso de armas químicas", afirmou Dana W. White na coletiva de imprensa do Pentágono.

"Estamos extremamente orgulho​sos dos soldados dos Estados Unidos que realizaram a operação na noite passada", concluiu White.

O Pentágono afirmou que a Síria perdeu uma quantidade significativa de seus equipamentos associados às armas químicas.

O ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov - Sputnik Brasil
'Disfarce humanitário': ataque dos EUA à Síria pretende dar chance aos terroristas
Na noite da sexta-feira (13), o Reino Unido, os Estados Unidos e a França lançaram ataques contra a Síria em retaliação a um suposto ataque químico na cidade de Douma. De acordo com o Ministério da Defesa da Rússia, os três países dispararam mais de 100 mísseis de cruzeiro e ar-terra.

Damasco rejeitou todas as acusações, afirmando que todos os estoques de produtos químicos foram destruídos, o que foi confirmado pela Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ).

Nenhuma evidência do envolvimento de Damasco no incidente químico relatado foi apresentada. A investigação sobre o suposto ataque deve começar em 14 de abril.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала