Inteligência francesa: autoridades sírias têm escondido armas químicas desde 2013

© AFP 2022 / Ammar al-ArbiniUm especialista das Nações Unidas recolha amostras de solo para investigação do suposto uso das armas químicas na Síria
Um especialista das Nações Unidas recolha amostras de solo para investigação do suposto uso das armas químicas na Síria - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Relatório publicado no site do Ministério da Defesa da França assegura que o governo sírio tem mantido um programa de armas químicas clandestino desde 2013, ano em que o país foi obrigado a eliminar todas as suas reservas.

"Desde o ano de 2013, o regime sírio tem mantido um programa clandestino de armas químicas. Os serviços secretos franceses acreditam que a Síria não declarou todas as suas reservas e capacidades à Organização para a Proibição de Armas Químicas após ter aderido em outubro de 2013", diz o relatório.

Vladimir Putin fala à Assembleia Federal da Rússia em 1 de março de 2018 - Sputnik Brasil
Putin se pronuncia sobre ataques dos EUA na Síria e apela a reunião extraordinária na ONU
Os autores do documento assinalam que "os serviços franceses analisaram os relatos das testemunhas, fotos e vídeos que apareceram em portais especializados, na mídia e nas redes sociais nos dias que se seguiram ao ataque".

"A análise dos vídeos e fotos que captaram as vítimas nos permitiu concluir que a maior parte deles… não foram falsificados. O caráter espontâneo de divulgação destas fotos em todas as redes sociais prova que não se trata de montagem", escreve o ministério.

Mais cedo, o Ministério da Defesa da França publicou um relatório em que assegura que o governo sírio tem mantido um programa de armas químicas clandestino desde 2013, ano em que o país foi obrigado a eliminar todas as suas reservas.

Mais cedo, o presidente dos EUA se dirigiu à nação, avisando sobre os futuros ataques contra a Síria. Estes foram logo apoiados pela premiê britânica, Theresa May, bem como pela presidência francesa.

Foram lançados mais de 100 mísseis de cruzeiro e mísseis do tipo ar-terra, porém, a maior parte deles foi interceptada pelos sistemas de defesa antiaérea sírios antes de alcançarem os alvos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала