Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

EUA estão prontos para novo ataque à Síria, diz embaixadora na ONU

© AFP 2021 / Jewel SAMADEmbaixadora dos EUA na ONU e presidente do Conselho de Segurança da ONU, Nikki Haley, fala durante uma reunião do Conselho de Segurança da ONU sobre a Síria, na sede da ONU em Nova York
Embaixadora dos EUA na ONU e presidente do Conselho de Segurança da ONU, Nikki Haley, fala durante uma reunião do Conselho de Segurança da ONU sobre a Síria, na sede da ONU em Nova York - Sputnik Brasil
Nos siga no
A embaixadora dos Estados Unidos na Organização das Nações Unidas (ONU), Nikki Haley, garantiu neste sábado que o país está pronto para realizar um novo ataque contra a Síria, horas após um bombardeio contra supostas instalações de produção de armas químicas.
"Estamos confiantes de que enfraquecemos o programa de armas químicas da Síria. Estamos preparados para sustentar essa pressão, se o regime sírio for tolo o suficiente para testar nossa vontade", disse ela.

"Se o regime sírio usar esse gás venenoso novamente, os Estados Unidos estão prontos [para um novo ataque]", continuou Haley.
United States Ambassador to the United Nations Nikki Haley and Russian Ambassador to the United Nations Vasily Nebenzya are seen before the United Nations Security Council meeting on Syria at the U.N. headquarters in New York, U.S., April 13, 2018 - Sputnik Brasil
Embaixador russo na ONU: Síria foi alvo de um 'ato de agressão'

A embaixadora dos EUA mencionou que a Rússia vetou por seis ocasiões resoluções pelo banimento de armas químicas, e acusou Moscou de promover uma campanha de desinformação sobre a atual situação do conflito sírio.

Haley destacou ainda que a operação de ataque contra instalações sírias foi cuidadosamente planejada para evitar ao máximo as baixas civis, e que isso só foi adotado depois da diplomacia ter recebido “uma chance após outra”, sem sucesso.

A diplomata reafirmou que o presidente sírio Bashar Assad é o responsável pelo suposto ataque com armas químicas, há uma semana, em Douma e que a operação realizada por EUA, Reino Unido e França visou poupar a população síria do uso de tais armas.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала