Palestino é morto e número de feridos na Faixa de Gaza passa de 700

© AFP 2022 / Said KhatibManifestantes palestinos na fronteira entre Israel e a Faixa de Gaza
Manifestantes palestinos na fronteira entre Israel e a Faixa de Gaza - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um total de 701 palestinos ficaram feridos após confrontos com o exército israelense na fronteira de Gaza, enquanto um manifestante morreu, disse Ashraf Kedra, porta-voz do Ministério da Saúde em Gaza, à Sputnik.

"Um palestino de 28 anos morreu nos confrontos com o Exército israelense na fronteira com a Faixa de Gaza, 701 pessoas sofreram diversas lesões, incluindo 15 médicos e dois jornalistas entre eles," disse Kedra.

Militares israelenses usam gás lacrimogêneo contra os manifestantes palestinos na Faixa de Gaza, em 30 de março de 2018 - Sputnik Brasil
Exército de Israel deixa mais de 500 palestinos feridos, em Gaza
Mais cedo nesta sexta-feira (13), o serviço de imprensa das Forças de Defesa de Israel (FDI) relataram que 10.000 palestinos participavam dos protestos na fronteira de Gaza. Eles relatam que alguns deles teriam lançado um coquetel Molotov e teriam feito várias tentativas de danificar a infraestrutura de segurança israelense.

​Desde o dia 30 de março, dezenas de milhares de palestinos tem se reunido ao longo da fronteira israelense em um protesto chamado de Grande Marcha do Retorno. Os palestinos estão exigindo acesso a terras nativas que foram utilizadas para criar Estado de Israel.

Os protestos devem continuar até o dia 15 de junho. Até agora, pelo menos 30 palestinos foram mortos e mais de 3.000 ficaram feridos devido à repressão das forças israelenses contra as manifestações.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала