Destróier 'Winston Churchill' se junta à 6ª frota dos EUA próximo à Síria

CC0 / Fotos da Marinha dos EUA / Destróier de mísseis norte-americano USS Donald Cook da classe Arleigh Burke (foto de arquivo)
Destróier de mísseis norte-americano USS Donald Cook da classe Arleigh Burke (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um navio de guerra norte-americano batizado em homenagem ao líder da Segunda Guerra Mundial, Winston Churchill, juntou-se ao crescente poder naval norte-americano que ameaça a Síria com ataques aéreos e de mísseis, segundo informou a própria 6ª Frota em comunicado divulgado nesta sexta-feira (13).

"O destróier de mísseis guiados da classe Arleigh Burke, USS Winston S. Churchill, se juntou à 6ª Frota dos EUA em 10 de abril de 2018 para realizar uma implementação de rotina em apoio aos interesses de segurança marítima dos EUA, e o aumento da estabilidade regional […] na área de operações da 6ª frota dos EUA", disse o comunicado.

Lançamento de míssel Tomahawk (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Analista: Trump gosta de blefar e Washington não está em posição de atacar Síria
O Winston S. Churchill já realizou exercícios de treinamento em fevereiro de 2017 com o grupo de ataque do porta-aviões Harry S. Truman, observou o comunicado. O presidente Donald Trump ordenou que o porta-aviões nuclear Truman navegasse em direção à Síria depois de ameaçar ataques com mísseis contra o país, na quarta-feira (7).

"Enquanto estiver junto à frota, o Winston S. Churchill operará na 5ª e 6ª áreas de operações da Frota dos EUA conduzindo operações de segurança marítima e esforços de cooperação de segurança ao lado de aliados e parceiros", disse o comandante do navio de guerra Tom Van Scoten.

O navio está armado com mísseis Tomahawk, Standard e Mísseis anti-submarinos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала