Declarações recentes dos EUA são 'estúpidas e belicistas', diz premiê russo

© Sputnik / Aleksei Nikolsky / Abrir o banco de imagensO primeiro-ministro da Rússia, Dmitry Medvedev
O primeiro-ministro da Rússia, Dmitry Medvedev - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O primeiro-ministro da Rússia, Dmitry Medvedev, comentou as novas sanções dos EUA e explicou como a Rússia planeja reduzir as consequências econômicas para o país.

As declarações recentes de alguns representantes dos países da OTAN são estúpidas e belicistas, disse o primeiro-ministro da Rússia, Dmitry Medvedev.

"As diferentes declarações estúpidas e belicistas feitas por alguns países membros da OTAN contribuem para a incerteza nos mercados", disse ele durante uma reunião da comissão governamental sobre a substituição de importações, comentando as novas sanções dos EUA.

Centro Internacional de Negócios de Moscou Moscow City, Rússia - Sputnik Brasil
Como Moscou pode responder às sanções de Washington sem violar direito internacional?
Segundo ele, as novas sanções afetam grandes empresas russas onde trabalham dezenas de milhares de pessoas.

Medvedev lembrou que as empresas afetadas pelo novo pacote de sanções antirrussas devem receber apoio do Estado. Trata-se de empresas metalúrgicas, energéticas e de defesa, entre outras. 

O primeiro-ministro sublinhou que as sanções econômicas representam um jogo contra a Rússia através de métodos de concorrência desleal.

De acordo com Medvedev, a situação atual na economia russa está controlada, mas precisa de grande atenção.

"Em geral a situação está controlada, já observamos que os mercados [bolsistas] reconquistam suas anteriores posições, entretanto, a situação precisa de grande atenção por parte do governo e dos responsáveis pela situação no setor financeiro", sublinhou ele.

Banco Central da Rússia - Sputnik Brasil
Moscou sobre colapso bolsista: mercado russo deve se adaptar às novas sanções
Quanto ao apoio do Estado às empresas afetadas pelas sanções, ele explicou que o objetivo mais importante é a manutenção das vagas de trabalho.

No dia 6 de abril, os EUA adotaram novas sanções contra uma série de empresários russos e suas empresas, bem como contra alguns políticos russos.

O novo pacote de medidas restritivas levou ao colapso no mercado bolsista russo. Na segunda-feira (8), a Bolsa de Moscou fechou com uma forte baixa. As ações de várias empresas listadas na Bolsa de Moscou têm estado em queda.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала