Putin pede que Netanyahu evite ações que possam piorar situação síria

© Sputnik / Aleksei DruzhininVladimir Putin, presidente da Rússia, ao telefone
Vladimir Putin, presidente da Rússia, ao telefone - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente da Rússia, Vladimir Putin, pediu ao primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, em conversa telefônica, para evitar ações que desestabilizem a situação na Síria, segundo informou o serviço de imprensa do governo russo nesta quarta-feira.

"A partir de uma iniciativa da parte israelense, foi realizada uma conversa telefônica entre o presidente russo, Vladimir Putin, e o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu. A questão síria foi discutida, inclusive em relação aos recentes ataques de mísseis da Força Aérea israelense contra a base aérea T-4, em Homs. Vladimir Putin destacou a importância fundamental de respeitar a soberania da Síria e pediu que se evite qualquer ação que possa desestabilizar mais a situação nesse país e representar uma ameaça à sua segurança", diz a nota do Kremlin.

"Conversa telefônica com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu."

Na madrugada do último 9 de abril, a base síria T-4, também conhecida como Tifor, foi alvo de um ataque com mísseis disparados por caças F-15 supostamente pertencentes às Forças de Defesa de Israel. Embora o sistema de defesa antiaérea da Síria tenha conseguido destruir cinco dos oito projéteis lançados, três deles chegaram a atingir a base, resultando na morte de 14 pessoas, incluindo sete militares iranianos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала