Abril pode se tornar mês difícil para dólar

© Sputnik / Natalia Seliverstova / Abrir o banco de imagensDólar
Dólar - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Apesar da política para estimular sua moeda, em abril o dólar norte-americano poderia se desvalorizar.

O índice DXY, que mede o valor do dólar, está em queda de 2,1% durante o primeiro trimestre do ano. Apesar do endurecimento da política da Reserva Federal (banco central dos EUA), todos os meses foram desfavoráveis para a moeda exceto fevereiro, quando foi registrado um ligeiro aumento do preço no âmbito das turbulências nos mercados bolsistas internacionais.

"Abril é o pior mês para o dólar há várias décadas […] Sua fraqueza é particularmente pronunciada perante euro e as moedas dependentes de matérias primas", sublinhou o diretor de estratégia da empresa Intermarket Strategy, Ashraf Laidi, citado pelo portal Market Watch.

Logo do petro - Sputnik Brasil
Concorrente do dólar? Analista avalia decisão da Rússia de aceitar pagamentos em petro
Os especialistas explicaram que abril é um mês tradicionalmente desfavorável para a moeda norte-americana porque é precisamente entre este mês e junho quando o preço dos hidrocarbonetos, como o gás natural e o petróleo, tende a subir. O cenário durante esses meses proporciona ao dólar canadense certa vantagem, cujo valor depende em parte dos preços do mercado energético. 

Nos últimos cinco anos, o dólar tem se desvalorizado em abril em relação ao euro, e em cada quatro de cinco anos deste mesmo mês, diminuído em relação ao dólar canadense.

Embora haja quem recomende não se orientar cegamente por tendências sazonais, porque elas não são um indicador totalmente confiável, a verdade é que a tendência da desvalorização poderia se tornar estável. O segundo trimestre do ano coincide com a mais que possível renegociação do Acordo de Livre Comércio da América do Norte. As negociações poderiam impulsionar a valorização esperada da moeda canadense em detrimento da norte-americana. O agravamento das relações comerciais entre os EUA e a China também pode afetar o dólar.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала