Bilionários apostam em bitcoin: Rockefellers e Soros fazem crescer preços da criptomoeda

© AP Photo / Manuel Balce CenetaFinancista bilionário George Soros (foto de arquivo)
Financista bilionário George Soros (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Depois da queda dramática do preço da criptomoeda mais popular do mundo, o mercado de criptomoedas mostra sinais de uma forte recuperação.

As principais criptomoedas estão em alta após duas empresas tradicionais de Wall Street declararem que planejam entrar no mercado de criptomoedas.

O preço do bitcoin, a criptomoeda com maior capitalização de mercado, aumentou 2,1% e superou 7.000 dólares (R$ 23.600 mil), enquanto o valor do ethereum atingiu 400 dólares (R$ 1.260) ganhando 3,5%, informou o portal Business Insider.

A recuperação do mercado começou após dois gigantes de Wall Street, um fundo de investimento fundado pelo bilionário George Soros e a empresa de capital de risco da família Rockefeller, Venrock, planejarem participar dos mercados relacionados a criptomoedas.

George Soros, multimilionário estadunidense - Sputnik Brasil
Soros engana todo mundo outra vez e se prepara para investir em criptomoedas
Em 6 de abril, o fundo de investimento Soros Fund Management informou que recebeu a aprovação para investir em criptomoedas e realizar operações com elas, apesar de Soros ter afirmado que moedas digitais são uma bolha.

O fundo Venrock, por sua vez, anunciou que fez uma parceria com a empresa de investimento em criptomoedas Coinfund.

Anthony Pompliano, da empresa de capital de risco Full Tilt, revelou que essas declarações são encorajadoras para o mercado de bitcoin.

"É encorajante ver instituições com os registros históricos de Soros e Rockefeller começando a trabalhar com blockchain e criptomoedas", disse ele.

Bitcoin - Sputnik Brasil
Bitcoin parece a bolha de 2000, mas colapso virá 15 vezes mais rápido, diz banco dos EUA
Para ele, no futuro, cada vez mais empresas financeiras entrarão nesse mercado fazendo com que ele se torne mais maduro e sofisticado.

Em fevereiro de 2018, o bitcoin caiu abaixo de 6.000 dólares (cerca de R$ 20.000), devido à preocupação dos investidores com as restrições às criptomoedas por parte dos reguladores, depois de ter atingindo um máximo de 20 mil dólares (R$ 63 mil) em dezembro de 2017.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала