Cofundador da Apple deixa o Facebook e critica Mark Zuckerberg

© Sputnik / Alexey Kudenko / Abrir o banco de imagensSteve Wozniak.
Steve Wozniak. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O cofundador da Apple, Steve Wozniak, está encerrando sua conta no Facebook enquanto a gigante rede social luta com a pior crise de sua história.

Em e-mail para o USA Today, Wozniak disse que o Facebook faz muito dinheiro com publicidade a partir de dados pessoais fornecidos pelos usuários. Ele disse que "os lucros são todos baseados nas informações do usuário, mas os usuários não recuperam nenhum dos lucros".

Wozniak disse que prefere pagar pelo Facebook. "A Apple faz dinheiro com bons produtos, não de você".

Em entrevista com a Associated Press, Wozniak disse que decidiu apagar sua conta no Facebook após ver amigos seus de confiança fazerem o mesmo. 

Entidades brasileiras criticam e entram na Justiça contra discurso de Bolsonaro - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Facebook retira do ar páginas de apoiadores de Bolsonaro com mais de 900 mil curtidas
O cofundador da Apple lembrou que o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, comprou todas as casas ao seu redor na sua residência na Califórnia. "Ele sabe o valor disso [da privacidade], mas ele não está cuidando da minha."

Um dos pivôs da crise da rede social é a companhia britânica Cambridge Analytica — que utilizou dados obtidos por meio de falhas de segurança do Facebook para fazer marketing eleitoral durante a campanha eleitoral de Donald Trump. 

Zuckerberg pediu desculpas e a diretora número dois do Facebook, Sheryl Sandberg, disse que lamenta que a empresa tenha decepcionado tantas pessoas.

O CEO do Facebook vai testemunhar no Congresso dos EUA na terça e quarta-feira (10 e 11) sobre o escândalo da empresa.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала