Rússia espera que EUA consigam destruir suprimentos de armas químicas até 2023

© Sputnik / Ilia Pitalev / Abrir o banco de imagensArmas químicas
Armas químicas - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O vice-ministro da Indústria e Comércio da Rússia, Georgy Kalamanov, declarou que Moscou espera que os EUA consigam destruir suas armas químicas no prazo anunciado.

"É claro que estamos ansiosos por 2023 e pela conclusão da destruição dos estoques de armas químicas dos EUA em dois locais, e espero que nossos colegas nos EUA lidem com a tarefa", disse Kalamanov em uma entrevista após uma reunião especial da OPAQ.

Policiais britânicos com roupa de proteção examinando o banco onde o ex-espião russo Sergei Skripal e sua filha foram encontrados inconscientes, Salisbury, Reino unido, 8 de março - Sputnik Brasil
Kremlin: Reino Unido se recusa a admitir ausência de armas químicas na Rússia
Ele observou que os arsenais de armas químicas dos EUA são menores que os da Rússia. "Esperamos que os colegas sejam capazes de lidar com essa tarefa pelo menos nos prazos que anunciaram", disse o funcionário.

O presidente russo, Vladimir Putin, disse anteriormente que os Estados Unidos não cumprem suas obrigações de eliminar armas químicas e continuam sendo os únicos e mais poderosos proprietários desse tipo de armas de destruição em massa. 

Além disso, Kalamanov lembrou que os Estados Unidos mudaram o prazo para a liquidação de suas armas químicas de 2007 para 2023.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала