Macron e Trump concordaram em seguir a luta contra o Daesh até o fim

© AP Photo / Carolyn KasterUS Präsident Donald Trump und sein Kollege aus Frankreich Emmanuel Macron bei der Konferenz in Paris
US Präsident Donald Trump und sein Kollege aus Frankreich Emmanuel Macron bei der Konferenz in Paris - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente da França, Emmanuel Macron, e seu homólogo dos EUA, Donald Trump, concordaram em continuar a luta contra o Daesh (Estado Islâmico) até o fim.

"A França e os EUA concordaram em continuar suas atividades no âmbito da coalizão internacional para lutar até o fim contra a organização terrorista que representa uma ameaça à estabilidade na região e também aos nossos interesses de segurança", diz o comunicado da presidência francesa. 

Russian President Vladimir Putin, Turkish President Recep Tayyip Erdogan and Iranian President Hassan Rouhani, right to left, pose for a photo before a meeting in Ankara - Sputnik Brasil
Presidente do Irã: EUA usam Daesh e Frente al-Nusra para controlar a região
Trump anunciou anteriormente que seu país se retiraria da Síria "muito em breve" e deixaria outros países tomarem conta da situação.

No entanto, o Departamento de Estado dos EUA declarou posteriormente à mídia que não estava ciente dessa decisão.

Os Estados Unidos intervieram no conflito sírio em 2014 sem o consentimento de Damasco, fornecendo armas e treinamento para vários grupos rebeldes, além de liderar a coalizão internacional contra o Daesh, da qual a França também faz parte juntamente com outros 73 parceiros.

A Síria vive desde março de 2011 um conflito armado no qual as tropas do governo combatem grupos armados de oposição e organizações terroristas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала