Cientistas chineses encontram zona rica em terras raras no fundo do Pacífico

© REUTERS / China Stringer NetworkСidade portuária de Qingdao (imagem referencial)
Сidade portuária de Qingdao (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Pesquisadores chineses descobriram uma área de 1,5 milhão de quilômetros quadrados de sedimentos rica em terras raras - elementos químicos difíceis de encontrar em sua forma pura - em bacias marítimas das profundezas do Pacífico Sudeste, informou a agência Xinhua.

Prevê-se que a descoberta venha a contribuir para o estudo das zonas profundas oceânicas e dos recursos relacionados a este tipo de elementos, alguns dos quais são escassos na costa terrestre. 

Extração de de petróleo - Sputnik Brasil
Bahrein descobre maior campo de petróleo em sua história
Durante a missão, os cientistas recolheram amostras de sedimentos das águas profundas e da superfície, bem como dados geofísicos, topográficos, hidrológicos e bioquímicos do leito marinho. A pesquisa foi realizada a bordo do navio chinês de investigação oceanográfica Xiangyanghong 01.

Os trabalhos no sudeste do Pacífico foram a quinta fase de uma expedição chinesa ao redor do mundo, que pela primeira vez integra investigações oceânicas e polares. Seu principal objetivo é o estudo dos recursos naturais, do meio ambiente e do clima. 

A embarcação partiu da cidade portuária de Qingdao em agosto do ano passado, e deve cobrir aproximadamente 35 mil milhas náuticas (ou 65 mil quilômetros) em 260 dias. O navio deverá voltar à China em 15 de maio. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала