Coalizão reconhece a morte de 855 civis no Iraque e na Síria

© AP Photo / Maya Alleruzzo Ataque da coalizão liderada pelos EUA na Síria (arquivo)
Ataque da coalizão liderada pelos EUA na Síria (arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Pelo menos 855 pessoas morreram em ataques da coalizão internacional liderada pelos EUA no Iraque e na Síria, desde o início das operações antiterroristas em agosto de 2014.

Coletiva de imprensa anual de Vladimir Putin, 14 de dezembro de 2017 - Sputnik Brasil
Putin pede investigação dos ataques da coalizão dos EUA contra civis no Iraque e na Síria
"Com base em informações disponíveis, o comando conjunto da operação considera que pelo menos 855 civis foram mortos de forma não deliberada em ataques da coalizão desde o início da operação", informou o comunicado da coalizão.

Segundo o documento, 522 denúncias sobre vítimas civis ainda estão sendo analisadas. No entanto, o comunicado destaca que esses casos em estudo não são necessariamente falsos, mas pecam por "provas insuficientes" da existência de vítimas.

No final de fevereiro, a coalizão admitiu a morte de 840 civis. Em janeiro esse número era de 830.

Os EUA e seus aliados realizam uma operação militar contra o Daesh na Síria e no Iraque desde agosto de 2014. Na Síria, as tropas norte-americanas atuam sem autorização de Damasco e da ONU.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала