Rússia diz que acusação de países ocidentais sobre Skripal é 'uma falácia'

© Sputnik / Grigoriy Sisoev / Abrir o banco de imagensKremlin, Moscou
Kremlin, Moscou - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O porta-voz presidencial russo, Dmitry Peskov, declarou nesta segunda-feira (26) que o Ocidente se equivoca ao expulsar diplomatas russos em conexão com o escândalo do caso Skripal.

De acordo com as últimas notícias, 14 países da União Europeia, Canadá, EUA e Ucrânia adotaram a decisão de expulsar diplomatas russos em conexão com o escândalo envolvendo o ex-espião russo Sergei Skripal

O pico do Kremlin e a bandeira russa na Praça Vermelha - Sputnik Brasil
Caso Skripal: diplomatas russos são mandados embora de vários países
"Nós já declaramos anteriormente e repetimos: a Rússia não tem e não teve nenhuma relação com esta questão", disse Peskov a jornalistas. 

De acordo com o porta-voz, a Rússia está convencida de que a acusação contra Moscou é "uma falácia".

Em 4 de março, o ex-oficial de inteligência russo Skripal, que também trabalhava para a inteligência britânica, foi encontrado inconsciente junto com sua filha em um banco de um shopping center na cidade de Salisbury.

Especialistas britânicos acreditam que eles tenham sido atacados com o agente nervoso Novichok (substância A-234). Os britânicos alegam que esta substância tóxica teria sido desenvolvida na União Soviética e colocam a culpa do ocorrido na Rússia. Moscou repetidamente rejeitou todas as acusações. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала