Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Rússia presta ajuda técnico-militar gratuita à República Centro-Africana

© AP Photo / Jerome DelaySituação na República Centro-Africana (arquivo)
Situação na República Centro-Africana (arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga no
Moscou está prestando ajuda técnico-militar gratuita à República Centro-Africana a pedido do presidente do país africano, comunicou a chancelaria russa.

Líderes Africanos posam para uma foto em grupo durante encontro com o objetivo de criação de um acordo de livre comércio conjunto dentro do continente. O evento aconteceu entre os dias 17 e 21 de março em Kigali, capital de Ruanda. - Sputnik Brasil
Países africanos fecham maior acordo de comércio internacional desde a OMC
"A parte russa tomou a decisão de prestar a Bangui ajuda técnico-militar gratuita", diz o comunicado do ministério russo.

Segundo a chancelaria, o Ministério da Defesa da Rússia entregou ao país africano no período entre fim de janeiro e início de fevereiro uma remessa de armas de fogo e munições com autorização do Conselho de Segurança da ONU.

Além disso, Moscou enviou à República Centro-Africana cinco instrutores russos militares e 170 civis para treinamento militar, adianta a chancelaria.

"A ajuda em questão é oferecida em estrita conformidade com os requerimentos do regime de sanções do Conselho de Segurança da ONU para este país", detalha o comunicado.

Destaca-se também que a assistência russa faz parte dos esforços da comunidade internacional que visam fortalecer estruturas militares da República Centro-Africana para garantia de segurança e ordem e finalmente regulação do conflito armado interno.

Civis deixando a região de Ghouta Oriental através de um corredor humanitário - Sputnik Brasil
Militares russos ajudam civis sírios a saírem de Ghouta Oriental (VÍDEO)
Moscou também saudou o curso político tomado pelo presidente Faustin-Archange Touadéra que tem por objetivo acabar com conflitos religiosos e étnicos, bem como recuperação do poder estatal em todo o território do país.

A República Centro-Africana é antiga colônia da França, sendo atualmente um dos países mais pobres do mundo. Em março de 2013, o poder no país foi tomado pela coalizão muçulmana de oposição Seleka após ter derrubado o presidente cristão François Bozizé. Em 2016, no país decorreram as eleições presidenciais vencidas por Faustin-Archange Touadéra, mas a situação humanitária e de segurança no país continua instável.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала